Ordem dos Médicos visita delegação do Centro do INEM

Ordem dos Médicos visita delegação do Centro do INEM

 

A Ordem dos Médicos, através do seu presidente do Conselho Regional do Centro, Carlos Cortes, e da vogal do mesmo órgão diretivo, Inês Mesquita, levaram a cabo uma visita à Delegação Regional do Centro do INEM, situado na Estrada de Eiras, em Coimbra. Do programa da visita, realizada na manhã do dia 5 de março, fez parte uma reunião onde estiveram presentes: Responsável pelo Gabinete de Coordenação Nacional de Orientação de Doentes Urgentes (GCNODU), António Táboas; a Coordenadora do Centro de formação da Delegação Centro do INEM e Coordenadora Nacional do Transporte Inter-Hospitalar Pediátrico, Coordenadora Regional do Serviço de Helicópteros de Emergêncioa Médica, Paula Neto; a médica reposnável pelo CODU Centro, Alice Luzio; e a diretora da Delegação Regional do Centro do INEM, Regina Pimentel.

O INEM I.P., recorde-se, é responsável por coordenar o funcionamento de um Sistema Integrado de Emergência Médica em Portugal Continental, garantindo aos sinistrados ou vitimas de doença súbita. Este sistema existe desde 1981. Para tal, dispõe de diversos serviços, tais como: Centro de Informação Antivenenos (CIAV), Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC), Centro de Orientação de Doentes Urgentes Mar (CODU-MAR). Através do número europeu de emergência – 112 – o INEM dispõe de múltiplos meios para responder a ocorrências em que são é fulcral a ajuda médica.

O Sistema Integrado integra um conjunto de entidades (PSP, GNR, INEM, bombeiros, Cruz Vermelha Portuguesa, hospitais e centros de saúde). 

Esta visita, que incluiu uma visita à sala de situação do CODU, enquadra-se num plano mais vasto de visitas aos serviços da região Centro, de forma a aglutinar o conhecimento global da realidade em cada especialidade, com o objetivo de enquadrar eventuais ações da Ordem dos Médicos.

O INEM tem uma vasta atuação em território nacional e internacional uma vez que participa regularmente em missões humanitárias de socorro em grande escala a vítimas de sismos, cheias, e em projetos de cooperação para o desenvolvimento.

Recentemente, em Portugal, teve um papel crucial no auxílio, apoio e socorro às vítimas dos incêndios florestais que assolaram a região Centro em 2017. 

 

 

© Texto e Fotos/SRCOM – Paula Carmo

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos