Venda de quadros de “A Viagem que Ninguém Deseja!” reverte para o Conselho Português para os Refugiados

Venda de quadros de “A Viagem que Ninguém Deseja!” reverte para o Conselho Português para os Refugiados

Está desde hoje patente ao público, no Clube Médico de Coimbra, a exposição de pintura "A Viagem que Ninguém Deseja!" das artistas plásticas Odete Silva e Sofia Ottone. Sustentando a importância do papel da arte na sociedade, Catarina Matias, Vogal do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, destacou a intervenção das duas pintoras num dos temas que, desde a II Guerra Mundial, não colocava à prova o continente europeu de forma tão intensamente trágica: a crise migratória em consequência da fuga desesperada de milhares de pessoas que tentam encontrar no 'velho' Continente o seu porto seguro e terra firme de Paz. 

Odete Silva e Sofia Ottone mostram no Clube Médico, em Coimbra, até 21 de abril, a sua visão sobre a crise migratória que tem assolado nos últimos anos o mundo moderno. "(…) Tentámos transmitir através da mensagem plástica a emoção que estas situações nos têm tocado. Pelo significado e por aquilo que representa, a Ordem dos Médicos seria o local mais indicado para apresentar esta mostra", assumiu Odete Silva que tem ali patente 13 quadros da sua autoria.Por seu turno, assumiu Sofia Ottone: "Temos feito exposições coletivas. Decidimos partir para um novo projeto e estava na altura de termos uma temática comum, embora tenhamos percursos diferentes de pintura. No fim, foi interessante verificar que as nossas linguagens se tocaram, com uma conexão violenta, pelo mar, pela água". Sofia Ottone trouxe a Coimbra 10 obras. 

A mostra pode ser visitada no Clube Médico, de segunda a sábado, das 11.00 às 21h00. Por decisão das autoras, cinquenta por cento da venda dos quadros reverte para o Conselho Português para os Refugiados. 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos