Apresentação do livro “Asma” da Ana Todo-Bom

Apresentação do livro “Asma” da Ana Todo-Bom

Asma é o título do livro de Ana Todo-Bom que apresentado, dia 22 de junho, na Sala Miguel Torga da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos. Para além das intervenções da autora e do presidente da SRCOM, Carlos Cortes, que agradeceu à coordenadora da obra ter escolhido a Ordem dos Médicos para fazer o lançamento de "Asma", foram ainda intervenientes o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Martins Nunes, o subdiretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Américo Figueiredo, o presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, Luís Delgado, e o Secretário-Geral da European Respiratory Society, Carlos Robalo Cordeiro, e a editora Lidel, Manuela Annes.

José Martins Nunes elogiou a sistematização e o cuidados dos autores que "cuidaram do livro como se fosse um tratado". "É preciso muita coragem para escrever, sobretudo em Medicina", aludiu o atual presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. "O livro tem uma sistematização muito interessante, aqui está um excelente exemplo de como se constrói um livro, de fácil leitura", acentuou. Para além disso, Martins Nunes fez questão de destacar o facto de Ana Todo-Bom reunir, neste livro, "autores das faculdades de Medicina Coimbra, Porto e Lisboa, investigadores nacionais e estrangeiros, estamos a falar de pessoas que fazem ciência. E também autores de hospitais de Setúbal, Matosinhos, Gaia, Cova da Beira, assim como autores hospitais privados". Uma "visão" alargada, numa área tão especializada, disse. Outro dos destaques, a seu ver, e que tornam também este livro de especial importância, são os dados estatísticos nele contidos, designadamente as taxas de mortalidade por asma. "Muitas vezes, nós profissionais, não mostramos a realidade baseada em princípios científicos. Estatísticos". "Há aqui uma frase na página 13 que é muito importante: "A asma é um grave problema de saúde pública em todo o mundo". A saúde pública é uma das áreas em que os Estados têm uma especialidade enorme. Há aqui neste livro a ideia de que a asma deve ser vista do ponto de vista de programa de saúde pública", sustentou ainda o anestesiologista. Martins Nunes destacou ainda o facto de "Asma" conter um inquérito nacional sobre a doença. "Quero dar os parabéns a todos os autores porque o livro aborda também a questão da literacia. Muita vezes não conseguimos dizer ao doente de forma a que ele aprenda a ter responsabilidade perante a doença. Este livro estende-se desde aspetos de investigação, de prevalência e contextos especiais, asma no idoso, asma na idade escolar. É um livro que tem uma profundidade enorme e que recomendo a todos os médicos", sublinhou Martins Nunes.
Manuela Annes lembrou, por seu turno, o facto deste livro ter tido o embrião em 2014. "Na realidade, já há algum tempo que os nossos leitores nos andavam a solicitar um livro sobre asma. A Professora Ana Todo-Bom aceitou, desde logo, este nosso desafio e com bastante celeridade convidou toda a equipa de autores, tendo feito um excelente trabalho de coordenação", acentuou a responsável pela editora.

Ana Todo-Bom, por sua vez, agradeceu a presença de colegas e amigos na Sala Miguel Torga e enalteceu, também em forma de agradecimento, a todos os autores que participaram na obra. Refira-se que "Asma", obra coordenada pela especialista em imunoalergologia Ana Todo-Bom, tem 56 autores. "As pessoas escreveram com gosto e com empenho", asseverou, acrescentando ainda o facto dos direitos de autor desta obra reverterem para a Associação Portuguesa de Asmáticos.
Por fim, nesta sessão de apresentação, Américo Figueiredo, o subdiretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e vice-presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos , realçou o facto de Ana Todo-Bom, "com um vasto currículo científico", ser "uma fazedora de redes".

 

 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos