Semana dedicada aos Direitos Humanos inclui resposta a vítimas de trauma

Semana dedicada aos Direitos Humanos inclui resposta a vítimas de trauma

Associando-se ao Dia Internacional dos Direitos Humanos que se assinala a 10 de dezembro, a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) levou a cabo, de 6 a 10 de dezembro, várias iniciativas no sentido de chamar a atenção para os valores básicos a defender no atual contexto pandémico que tem provocado grandes desafios sociais, económicos, éticos e jurídicos sendo o Direito à Saúde um dos mais visados. Sob o lema “A Medicina e os Direitos Humanos”, esta iniciativa culminou com o debate dedicado a esta temática, com a participação de representantes da comunidade médica que se tem dedicado, entre outras, às respostas em emergência e catástrofe. 

Assim, a 9 de dezembro, de manhã, foi a vez de visitar o Centro de Prevenção e Tratamento do Trauma Psicogénico (CPTTP) e reunir com a Direção do Centro de Responsabilidade Integrado de Psiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, consumando a visita ao Hospital Sobral Cid onde é efetuada a resposta a eventos traumáticos. Após reunião com o Professor Horácio Firmino e o médico psiquiatra João Redondo e restante equipa do CPTTP, a visita ao pavilhão 4 do Sobral Cid foi oportunidade para a comitiva da Ordem dos Médicos (Carlos Cortes, Marta Matos e João Pestana) conhecer todas as valências da resposta a vítimas de eventos traumáticos (violência doméstica, bullying, stress, tentativa de suicídio, assédio moral, exploração sexual, entre outros). Trata-se da “única resposta existente deste género no País”, realçou o presidente da SRCOM, “que necessita de mais profissionais de saúde”. De acordo com dados obtidos por Carlos Cortes, este centro já atendeu mais de 2 mil pessoas desde 2004 (data da criação), a maioria entre os 40 e 60 anos e do sexo feminino. À tarde, a Ordem dos Médicos foi conhecer todos os projetos da Organização Não Governamental para o Desenvolvimento ‘Saúde em Português’ (com sede em Coimbra).

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos