Ordem dos Médicos visita quatro serviços e área COVID-19 do CHUC

Ordem dos Médicos visita quatro serviços e área COVID-19 do CHUC

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) continua a visitar várias unidades de saúde da região, no sentido de conhecer as especificidades da retoma da atividade assistencial após a fase mais crítica de saúde pública de âmbito global causada pelo vírus SARS-CoV-2. 

No dia em que se assinala o Dia do Médico (18 de junho), Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), visitou vários serviços do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (Cirurgia, Cuidados Intensivos, Medicina Interna, Cardiologia bem como a área COVID-19 no polo do Hospital Geral).

“A Ordem dos Médicos reconhece o esforço, a dedicação, o empenho de todos nesta pandemia e, dos médicos em particular, e todo o esforço extraordinário que foi desenvolvimento para ultrapassar esta crise sanitária. É também o Dia do Médico, dia em que destacamos o inegável papel de todos neste ano tão complexo e difícil. Faremos um justo reconhecimento pela notável resposta, pelo trabalho abnegado e pela entrega aos utentes, contribuindo para ultrapassar o grande desafio desta pandemia”, sustentou Carlos Cortes.

Em declarações aos jornalistas, enalteceu: “Há aqui um esforço notável da instituição para recuperar a lista de espera, que é um problema grave”, face à pandemia, em que muitos doentes “viram os seus tratamentos e diagnósticos atrasados”. Carlos Cortes fez pois um balanço “francamente positivo” da resposta deste centro hospitalar, quer aos doentes não-covid quer aos doentes com COVID-19.

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) “teve a maior capacidade instalada de internamento para doentes covid a nível nacional – eram 498 camas. Nenhum hospital atingiu essa capacidade de tratar doentes. Desde o início da pandemia, foram tratados 3.524 doentes, 300 em cuidados intensivos. São números absolutamente impressionantes”, acentuou ainda. Por seu turno, o diretor clínico do CHUC, Nuno Devesa, destacou o facto do hospital passar a ter mais 24 camas de cuidados intensivos, oito das quais feitas em pressão negativa (camas para pacientes com doenças infecciosas).

Por se tratar do Dia do Médico e como habitualmente decorreu a cerimónia que assinala essa efeméride. Ao final da tarde, na Antiga Igreja do Convento São Francisco, foram entregues as medalhas de 25 e 50 anos de inscrição na Sub-região de Coimbra da Ordem dos Médicos. A cerimónia foi transmitida em direto no zoom de página oficial de Facebook da SRCOM.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos