Medalhas de mérito distinguem carreiras extraordinárias

Medalhas de mérito distinguem carreiras extraordinárias

O galardão foi entregue no último dia de trabalhos do 23.º Congresso Nacional da Ordem dos Médicos, que decorreu em Coimbra. A região Autónoma da Madeira esteve representada pelo Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos. O Presidente do Governo regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, também compareceu nesta cerimónia


O 23º Congresso Nacional da Ordem dos Médicos encerrou, tal como é hábito, com a atribuição das medalhas de mérito, um momento pleno de significado para a Medicina Portuguesa e que, este ano, adquiriu uma dimensão ainda mais encomiástica e intensa. “Acredito que a distinção que entregamos agora a alguns médicos a título individual, possa, este ano, ser sentida também como uma homenagem extraordinária a todos os médicos”, escreveu o Bastonário da Ordem dos Médicos, na brochura com a síntese biográfica dos agraciados e que foi oferecida a todos os congressistas no último dia do encontro. Por seu turno, na mesma publicação, Carlos Cortes deixou a seguinte mensagem: “Soubemos demonstrar o melhor de nós durante os momentos mais difíceis da pandemia da COVID-19, sem nunca esquecermos os valores mais nobres da Medicina. É agora fundamental distinguirmos os nossos pares pelo seu desempenho relevante de toda uma vida e deixarmo-nos invadir pela inspiração intemporal que nos suscitam”. E, na sua derradeira intervenção neste congresso, o presidente da SRCOM acentuou: “Tenho imenso orgulho em ser médico e tenho imenso orgulho nos médicos de Portugal que dignificam a profissão todos os dias”, acentuou Carlos Cortes.

Eis a lista dos agraciados, por ordem alfabética: Agostinho Almeida Santos (a título póstumo; Professor catedrático de Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e Fundador do Programa de Reprodução Medicamente Assistida), Alexandre Castela (Diretor adjunto do Serviço de Cirurgia do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro), António Sarmento (Diretor de Serviço de Doenças Infeciosas do Centro Hospitalar e Universitário de São João), António Jaime Azedo (cirurgião reformado do Hospital José Maria Grande – Portalegre e ex-presidente do Conselho Sub-regional de Portalegre da Ordem dos Médicos), Eduardo Barroso (cirurgião, professor universitário e escritor e ex-diretor do Centro Hepato-Bilio-Pancreático e Transplantação do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central), Fausto Pinto (cardiologista e presidente do Centro Académico de Medicina de Lisboa), Fernando Araújo (Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de São João e foi membro do Conselho Nacional para o SNS da Ordem dos Médicos), Isabel Cássio (diretora do serviço de Cirurgia Vascular do Hospital de Ponta Delgada e ex-presidente do Conselho Médico da Região Autónoma dos Açores), Joaquim Falcão (ex-coordenador da Unidade Funcional Hepato-Bílio-Pancreática do Hospital de Braga), José Tereso (Membro fundador da Associação dos Médicos de Saúde Pública, ex-presidente ARS Centro), José Nascimento Costa (Ex-presidente do Conselho de Administração dos Hospitais da Universidade de Coimbra e foi Pro-Reitor da Universidade de Coimbra, é especialista em Oncologia Médica), Maria Amélia da Silva (Especialista em Imunoalergologia Clínica, ex-Coordenadora da Unidade de Oncologia no Hospital de Santa Luzia), Maria do Carmo Caldeira (diretora do serviço de Cirurgia do Hospital Dr. Nélio Mendonça e presidente da comissão organizadora das comemorações do 10 de junho de 2021), Maria Inácia Rosa (ex-diretora do Centro de Saúde de Macedo de Cavaleiros), Maria Regina Rodrigues (anestesiologista, coordenadora do Centro de Simulação clínica da Madeira e assessora da Secretaria Regional de Saúde da Madeira), Mário Jorge Neves (coordenador da Comissão para a Reforma da Saúde Pública e é membro do Conselho Consultivo para o SNS e das carreiras médicas da Ordem dos Médicos), Rui Dias César (fundador da consulta de Endocrinologia e Nutrição do Hospital de Ponta Delgada) e Rui Victorino (professor catedrático jubilado de Medicina Interna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e ex-diretor do serviço de Medicina II do Hospital de Santa Maria).

Ao sublinhar o seu reconhecimento, o presidente do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos e presidente do Executivo deste congresso escreveu: “Expresso o meu orgulho neste ato permanente de generosidade que demonstram ao tratar e cuidar dos doentes, em qualquer momento e perante qualquer adversidade”.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos