Ordem dos Médicos visita Unidade de Saúde Familiar Pinhal do Rei e reúne com toda a equipa médica

Ordem dos Médicos visita Unidade de Saúde Familiar Pinhal do Rei e reúne com toda a equipa médica

Integrado no Agrupamento de Centro de Saúde (ACeS) Oeste Norte, a Unidade de Saúde Familiar Pinhal do Rei (modelo B), em Paitaias, recebeu a vista da Ordem dos Médicos , na tarde desta terça-feira, 19 de novembro.

O atendimento aos mais de 7500 utentes da USF é garantido por uma equipa de quatro médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar (MGF), duas médicas em formação específica de MGF, quatro enfermeiros e quatro assistentes técnicos (embora um deles se encontre em baixa prolongada). Recursos que prestam ainda assistência ao pólo de Alpedriz, cuja extensão tem inscritos atualmente mais de 1200 utentes.

O funcionamento dos cuidados de saúde primários e a carência de médicos foram temas abordados numa reunião que culminou a visita às instalações. Todos excedem as unidade ponderadas previstas para as USF.

O presidente do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, esteve nesta unidade do Centro de Saúde Alcobaça, unidade que está integrada no ACeS Oeste Norte e que passou a integrar a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos desde Setembro de 2015. A USF é atualmente coordenada por

A visita contou, além dos representantes da Unidade de Saúde Familiar Pinhal do Rei, com a presença do presidente da Sub-região de Leiria da Ordem dos Médicos, Rui Passadouro da Fonseca.

Todo os utentes têm atualmente médico de família atribuído. Além dos utentes da USF, a equipa médica e de enfermagem integra o Serviço de Atendimento a Utentes sem Médicos de Família de todo o ACeS (neste caso, esta resposta decorre todas as sextas de manhã), especificamente aos residentes na área geográfica em causa.

Na sequência das visitas da Ordem dos Médicos às Unidades de Cuidados de Saúde primários da região Centro, Carlos Cortes conhece o retrato das carências e de todas as valências desta resposta do Serviço Nacional de Saúde. Mais uma vez foram reportados problemas com a resposta lenta e desadequada dos sistemas informáticos.

©SRCOM – Paula Carmo (texto e fotos)

 

 

 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos