Posição da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono relativamente à Mudança da Hora e ao seu Impacto no Sistema Temporal Circadiano

Posição da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono relativamente à Mudança da Hora e ao seu Impacto no Sistema Temporal Circadiano

No Dia Mundial do Sono, que se assinala a 15 de março, a Acta Médica Portuguesa publicou em "Ahead of Print" o artigo "Position Paper of the Portuguese Association of Chronobiology and Sleep Medicine Regarding Daylight Saving Time and its Impact on Circadian Timing System", cujo polémico tema continua a estar na ordem do dia!

Poderá aceder ao artigo completo, aqui 

Informamos, ainda, que já é possível aceder à mais recente edição da Acta Médica Portuguesa

 

# AMP

 A Acta Médica Portuguesa (AMP) é a revista científica publicada pela Ordem dos Médicos. O seu principal objetivo é a publicação de trabalhos científicos originais e de revisão na área biomédica da mais elevada qualidade, abrangendo várias áreas do conhecimento médico, e ajudar os médicos a tomar melhores decisões.

Para atingir estes objetivos a Acta Médica Portuguesa publica artigos originais, artigos de revisão, casos clínicos, editoriais, entre outros, comentando sobre os fatores clínicos, científicos, sociais, políticos e económicos que afetam a saúde. Todos os artigos são objeto de peer review. Relativamente à utilização por terceiros, a AMP rege-se pelos termos da licença Creative commons ‘Atribuição – Uso Não–Comercial – Proibição de Realização de Obras Derivadas (by-nc-nd)'. 

A publicação da Acta Médica Portuguesa teve início em fevereiro de 1979. Em 1987, a Secção Regional Sul da Ordem dos Médicos adquiriu a AMP. Em março de 1989, a AMP passa a ser o órgão científico da Ordem dos Médicos. A partir de 2004 apenas se publica a versão electrónica. Em 2018, foram submetidos cerca de 1100 artigos através do seu portal eletrónico.

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos