Nota de Pesar na sequência da queda do helicóptero de Emergência Médica

Nota de Pesar na sequência da queda do helicóptero de Emergência Médica

Em nome da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, o seu presidente, Carlos Cortes, lamenta a morte dos quatro ocupantes do helicóptero que assegurava o serviço do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a partir do heliporto de Macedo de Cavaleiros.

Os quatro perderam a vida no exercício de uma missão nobre de salvar mais vidas – tal como é o lema e missão do INEM com a pronta, eficaz e correta prestação de cuidados de saúde.

Ao serviço do INEM, no helicóptero Augusta A109S, seguiam o médico Luís Vega, a enfermeira Daniela Silva, o piloto João Lima, e o copiloto Luís Rosindo: Os quatro são o exemplo da dedicação extrema, da entrega e de altruísmo.

É com consternação que a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos lamenta esta tragédia que se abateu sobre a Emergência Médica nacional.

Aos familiares enlutados, amigos e colegas, a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos endereça sentidas condolências.

 

Coimbra, 16 de dezembro de 2018

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos