Ordem dos Médicos alerta para graves problemas no Centro Hospitalar Tondela-Viseu

Ordem dos Médicos alerta para graves problemas no Centro Hospitalar Tondela-Viseu

 

"A demissão dos diretores de serviço, dos diretores e unidades e coordenadores de valências do Centro Hospitalar Tondela-Viseu é a expressão da ausência das decisões clínicas por uma visão de caráter exclusivamente economicista". Este é mais um alerta lançado pelo presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, que se deslocou a Viseu, esta segunda-feira, para se inteirar dos motivos desta decisão que visa contrariar "uma política que olha mais para os gastos do que para as necessidades dos utentes". À noite, na sede da Ordem dos Médicos em Viseu, decorreu uma reunião com os colegas envolvidos nesta tomada de posição conjunta. Entretanto, na sequência desta reunião, Carlos Cortes endereçou uma carta ao titular do Ministério da Saúde onde se expressam os problemas mais graves daquela unidade hospitalar. 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos