Ordem dos Médicos estreia voto eletrónico nas eleições para Colégios de Especialidade

Ordem dos Médicos estreia voto eletrónico nas eleições para Colégios de Especialidade

OM estreia voto eletrónico nas eleições para Colégios de Especialidade
A Ordem dos Médicos (OM) implementa, pela primeira vez, o sistema de voto eletrónico num ato eleitoral. Os médicos vão votar para as direções dos Colégios de Especialidade para o triénio de 2018-2020 já no próximo dia 16 de novembro.

A Ordem dos Médicos convocou a consulta eleitoral para todos os Colégios de Especialidade, Competências, Secções de Subespecialidades e Conselho Nacional do Médico Interno, para o próximo dia 16 de Novembro e, pela primeira vez, os médicos poderão votar eletronicamente.

O voto eletrónico permite exercer o direito de escolha de forma mais cómoda e ágil, a partir de casa ou de qualquer local que disponha de um computador ou dispositivo móvel (telemóvel, tablet) ligado à Internet. Por outro lado, o sistema de votação eletrónica simplifica o apuramento dos resultados eleitorais e melhora a gestão do processo, garantindo ainda condições de segurança e credibilidade, através de uma plataforma certificada, com experiência reconhecida em atos eleitorais de outras Ordens profissionais.

"É mais um passo no sentido de modernizar os procedimentos da Ordem e de facilitar a proximidade com os médicos", afirma Miguel Guimarães. A estreia deste sistema de voto dá assim seguimento a uma das promessas do programa de candidatura do Bastonário e garante, além da comodidade do processo – para eleitores e candidatos – o anonimato do votante e confidencialidade do voto, não sendo tecnicamente possível a sua rastreabilidade.

Os médicos que continuem a preferir exercer o seu direito através de boletim físico (em papel), poderão fazê-lo presencialmente, por votação direta, no dia 16 de novembro de 2017, na sede da sua Secção Regional. Podem ainda solicitar o envio de voto por correspondência para a sua morada, através do envio de um e-mail para eleicoes@ordemdosmedicos.pt ou carta para a sede da Ordem dos Médicos – Eleições, Av. Almirante Gago Coutinho, 151, 1749-084 LISBOA. Só serão considerados os pedidos que sejam recebidos na Ordem dos Médicos até às 22 horas do dia 22 de outubro 2017.

O novo site da Ordem dos Médicos, alojado no endereço habitual (www.ordemdosmedicos.pt) já está acessível. Além de muito intuitivo e fácil navegabilidade, o site inclui um arquivo pesquisável que integra todas as edições da revista nacional da Ordem dos Médicos, agenda de eventos e informação útil e específica para médicos, público (com o intuito de melhorar conhecimentos e com isso melhorar as decisões em saúde) e também para os media.

 

Mais informação

O voto eletrónico seguirá os seguintes passos:

Até ao dia 30 de outubro de 2017, cada médico inscrito na Ordem dos Médicos receberá um código PIN através de SMS (enviado para o número de telemóvel que tem registado na Ordem dos Médicos) que deverá guardar até à data da votação.
1.1 – O PIN poderá ainda ser enviado por carta para a morada presente na base de dados da Ordem.

Na posse desse código, torna-se acessível a plataforma de voto eletrónico que será posteriormente divulgada através do site da Ordem dos Médicos em www.ordemdosmedicos.pt
P os seguintes campos:
N.º de cédula profissional

PIN

Data de Nascimento [no formato – AAAAMMDD, ie. se nasceu a 01 de fevereiro de 1973 – 19730201]

Acesso aos boletins de voto, tantos quantos os cadernos eleitorais em que cada médico conste.
Só se pode votar uma vez em cada colégio. O voto eletrónico, por não ser rastreável em todo o processo, não pode ser alterado nem anulado após a votação ser validada.
A plataforma pretende ser simples e intuitiva. Ainda assim, qualquer dúvida pode ser complementarmente esclarecida no site da Ordem dos Médicos, na área de colégios, ou através de contacto telefónico (21 842 71 00 | 22 70 50 100 | 239 79 29 20), entre as 9h30 e as 18h00.

Lisboa, 19 de outubro de 2017

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos