Ordem dos Médicos no Serviço de Anestesiologia do Hospital Santo André | Centro Hospitalar de Leiria

Ordem dos Médicos no Serviço de Anestesiologia do Hospital Santo André | Centro Hospitalar de Leiria

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos deslocou-se ao Hospital Santo André, Centro Hospitalar de Leiria, E.P.E., para conhecer o serviço de anestesiologia.
Tendo em conta a falta de recursos humanos no Serviço Nacional de Saúde, nomeadamente na especialidade de Anestesiologia, Carlos Cortes continua a visita às diversas unidades da região Centro.
O Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Leiria (CHL), representado pelo vogal Licínio Carvalho e pela enfermeira diretora Emília Fael, acolheu a reunião com a diretora de serviço de Anestesiologia do CHL, Elisabete Valente, que fez uma apresentação detalhada do serviço que abrange o Hospital Santo André, Hospital Distrital de Pombal e Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira.

Integrado numa área de influência com 400 mil habitantes, a atividade do Serviço de Anestesiologia de Centro Hospitalar Leiria distribui-se pelas diversas áreas funcionais do Centro Hospitalar: avaliação e tratamento de doentes no período peri-operatório, convencional e ambulatório, o tratamento da dor aguda, designadamente a analgesia de trabalho de parto, o tratamento da dor crónica, o apoio a procedimentos de diagnóstico e/ou terapêuticos e a intervenção em emergência médica.

A visita, realizada dia 23 de agosto, teve início na Unidade de Dor que desenvolve diversas práticas, designadamente Acupunctura, Mesoterapia, e Musicoterapia (esta última, em parceria com a Sociedade Artística Musical dos Pousos).
De seguida, o presidente da SRCOM visitou a unidade de Cirurgia de Ambulatória, o Bloco de Partos, a Unidade de Internamento de Curta Duração e o Bloco Operatório Central. À data desta visita da Ordem dos Médicos, o serviço possui seis internos da Formação Específica.

O Serviço de Anestesiologia é atualmente constituído por 18 Anestesiologistas, número que a direção de serviço considera insuficiente e que dificulta diariamente a elaboração da escala de rotina e de urgência. Ficou patente que é urgente a contratação a curto/médio prazo de seis a sete anestesiologistas para o Centro Hospitalar de Leiria.

 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos