“Sr. Dr. não me lembro…” – tema da conferência do psiquiatra Pio Abreu

“Sr. Dr. não me lembro…” – tema da conferência do psiquiatra Pio Abreu

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos acolheu a sessão "Testemunho e Memória" promovida pela República do Direito – Associação Jurídica de Coimbra, no âmbito da qual o médico psiquiatra Pio Abreu abordou o tema "Sr. Dr. não me lembro…". Na Sala Miguel Torga, perante colegas médicos, advogados e magistrados, o Professor José Luís Pio Abreu explicou detalhadamente os mecanismos da memóriae de que forma ela influencia a vida bem como quais os mecanismos que podem influenciar a memória. O atual presidente do Conselho Sub-Regional de Coimbra da Ordem dos Médicos provocou um debate aceso e profícuo nos participantes.

 "O hipocampo é o nosso GPS"

Na sessão de abertura, André Dias Pereira, professor de Direito e atual presidente da direção da República do Direito, destacou a organização conjunta deste evento com a SRCOM. A Juíza Desembargadora Olga Maurício, do Tribunal da Relação de Coimbra, também esteve presente na mesa com Fernando Gomes, médico neurologista e vice-presidente da República do Direito. "O hipocampo é o nosso GPS", aludiu.
Pio Abreu discorreu sobre os vários tipos de memória, a seletiva, a episódica, a semântica… Os sete pecados da memória, título de um livro, serviram, aliás, de mote para toda a conferência: a transitoriedade, distração, bloqueio, mal atribuição, sugestionabilidade (memórias induzidas), enviesamento (dependência de crenças), persistência. O psiquiatra debruçou-se ainda sobre as fontes da memória: experiência própria, fotografias, televisão e media, conversas e descrições, pensamento e recordação, imaginação. "O hipocampo é o nosso GPS", aludiu o médico psquiatra.

 

 

 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos