Rega da oliveira, o símbolo do Serviço Nacional de Saúde

Rega da oliveira, o símbolo do Serviço Nacional de Saúde

"Este foi um dia bonito e comovente (…). É em nome do futuro que aqui estamos. É natural que daqui a 30 ou 40 anos, um passante ou um visitante neste hospital pergunte: 'Quem foi António Arnaut?'. Espero que ninguém pergunte: 'O que era o Serviço Nacional Saúde?'. Assim concluiu António Arnaut, ao intervir na sessão comemorativa dos 37 anos do Serviço Nacional de Saúde que decorreu no auditório dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), referindo-se ao monumento estatuário ao SNS e em sua homenagem (situado junto à entrada do auditório dos HUC, uma das unidades que integra o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra).
Momentos antes, o político e escritor enfatizara: "A verdadeira sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde está nos seus profissionais".
A culminar as comemorações, cumpriu-se o ritual da rega da oliveira, plantada no Parque Verde de Coimbra. Ali, António Arnaut recebeu o diploma de Sócio Honorário da Liga dos Amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra em "reconhecimento pelas suas elevadas virtudes sociais e humanas e pela sua dedicação em defesa da continuidade do Serviço Nacional de Saúde, "o seu melhor poema".
A plantação e a rega da oliveira é uma iniciativa da Liga dos Amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra (LAHUC) em parceria com a extinta LAHC (Liga dos Amigos do Hospital dos Covões). A partir das comemorações dos 35 anos do SNS (2014), a LAHUC teve o privilégio de contar com o apoio e a parceria da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos