“A OMS estima que a diabetes venha a ser a 7.ª causa de morte até 2030”

“A OMS estima que a diabetes venha a ser a 7.ª causa de morte até 2030”

O Serviço de Medicina Interna B do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) organizou, a 6 de maio, o 16.º Workshop de Diabetologia da Região Centro. Na sessão de abertura, o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, deu conta que "Vencer a Diabetes" foi precisamente o tema escolhido este ano pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para as comemorações do Dia Mundial da Saúde. "Nesse dia, a 7 de abril, e na presença do Comissário Europeu com o pelouro da Saúde, estive na Assembleia da República, na cerimónia solene alusiva à data que, para além da homenagem prestada a João Lobo Antunes e António Arnaut, contemplou a assinatura de protocolos entre a Direção-Geral da Saúde e a Associação Industrial e Comercial do Café, Associação de Refinadores de Açúcar Portugueses e a Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, para promover o consumo responsável e equilibrado de açúcar". Carlos Cortes salientou ainda a pertinência e acuidade desta escolha pela OMS: "Em 2012, a diabetes foi a causa direta de cerca de 1,5 milhões de óbitos, tendo mais de 80% ocorrido em países de baixo e médio rendimento. A OMS estima que a diabetes venha a ser a 7.ª causa de morte até 2030".
Este Workshop de Diabetologia da Região Centro, com elevada participação de médicos de Medicina Interna e Medicina Geral e Familiar, debateu, entre outros temas, a Neuropatia Autonómica da Diabetes, a Insulinização, o Cancro e Diabetes. "Isto é uma demonstração de vitalidade da nossa Medicina Interna e do nosso Hospital de Dia da Diabetes", sublinhou o diretor de Serviço de Medicina Interna B do CHUC, Adriano Rodrigues, que continua a pugnar pela abertura da Unidade Funcional de Pé Diabético junto dos responsáveis hospitalares. Este repto teve, aliás, resposta do representante do Conselho de Administração do CHUC, pela voz de José Pedro Figueiredo: "Sim, estamos a estudar a possibilidade de criar a Unidade Funcional do Pé Diabético, sediado no Hospital Geral".
Além da Ordem dos Médicos, este evento tem o patrocínio científico da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, da Sociedade Portuguesa de Diabetologia, Administração Regional de Saúde do Centro e Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar. A diretora médica da Farmacêutica Merck, SA garantiu a continuidade do patrocínio do evento.

Finda a sesão de abertura, o momento da habitual fotografia de grupo.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos