“O conforto do mundo ocidental é completamente insignificante na penosa realidade mundial”.

“O conforto do mundo ocidental é completamente insignificante na penosa realidade mundial”.

Na abertura do "Fórum Global sobre o Desenvolvimento: O mundo do Progresso", Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, sublinhou: "Há uma mensagem importante: as ordens profissionais não se querem enclausurar no reduto das preocupações próprias das suas profissões. Essas preocupações são legítimas mas querem estar perfeitamente inseridas no mundo onde atuam e se desenvolvem. Aproveitando o seu saber, o seu conhecimento, a sua experiência, a sinergia única demonstrada na Região Centro pela congregação e colaboração mútua, as ordens profissionais querem dar um importante contributo na sensibilização da sociedade para os problemas da atualidade e serem agentes permanentes na procura do bem estar das pessoas.Desse desígnio se orgulham e deve orgulhar nós a todos". Perante uma vasta plateia no auditório do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, Carlos Cortes, citando um inquérito recente do Eurobarómetro, revelou que 85 por cento dos cidadãos europeus consideram ser importante a ajuda aos países em desenvolvimento, elevando-se a taxa para 93 por cento no caso dos cidadãos portugueses. Prosseguiu, ao citar o mesmo inquérito: 65 por cento dos europeus acham que a erradicação da pobreza nos países em desenvolvimento deveria ser uma prioridade da União Europeia. "O subdesenvolvimento não é uma fatalidade, podemos mudar as coisas mas não podemos ficar tranquilos", considerou. As diferenças entre os povos são gritantes, são muitos os problemas nalgumas zonas do globo (pobreza extrema, subnutrição, falta de água potável, conflitos bélicos, tempestades, entre muitos outros". Carlos Cortes não deixou, pois, de alertar: "O conforto do mundo ocidental é completamente insignificante na penosa realidade mundial".

Estas jornadas promovidas pelo Fórum Regional do Centro das Ordens Profissionais terminam amanhã. Nelas são debatidos temas como: "A Educação para todos", "Crescimento Sustentável e Emprego", e "Desenvolvimento Integrado". 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos