Carlos Cortes alerta para ‘rutura’ no Centro de Saúde de Oliveira do Hospital por falta de médicos de família

Carlos Cortes alerta para ‘rutura’ no Centro de Saúde de Oliveira do Hospital por falta de médicos de família

A falta de médicos de família no Centro de Saúde de Oliveira do Hospital é uma "situação muito gravosa", assumiu o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), na sequência de uma visita que efetuou à sede desta unidade de saúde que integra o Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte. 

Carlos Cortes, que preconiza uma aposta séria nos cuidados de saúde primários, está preocupado com as condições técnicas e físicas dos centros de saúde em particular com a escassez dos recursos humanos. No caso de Oliveira do Hospital, segundo indicadores recentes, dos 22 284 utentes, 8396 não têm médico de família.   

No final da visita que efetuou com Marília Dias Pereira (Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Médicos) e Ana Paula Cordeiro (membro do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos), Carlos Cortes prestou declarações aos jornalistas no âmbito das quais expressou a necessidade urgente de "mais oito médicos" para suprir as necessidades. Caso contrário, poderá estar em causa a 'rutura' da unidade.

 

 

 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos