Ordem dos Médicos do Centro aplaude concurso nacional de recrutamento de médicos de família

Ordem dos Médicos do Centro aplaude concurso nacional de recrutamento de médicos de família

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) elogia o Ministério da Saúde por implementar uma medida que já deveria ter sido tomada há vários anos, ao abrir concurso de âmbito nacional – e não concursos regionais – para 110 médicos com o grau de especialista em Medicina Geral e Familiar.

"Vínhamos assistindo a uma incompetência gritante na colocação de médicos, sem qualquer planificação geográfica e critérios de seriação, que estava a gerar injustas e situações pouco transparentes", assinala o presidente da SRCOM. "Este Ministério da Saúde soube demonstrar a sua profunda inaptidão na gestão dos recursos humanos", critica Carlos Cortes.
Para o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos é salutar que os responsáveis do Ministério da Saúde, através da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), tenham reconhecido os argumentos da Ordem dos Médicos e dos Sindicatos Médicos que há meses alertavam para esta incongruência.
Esta medida, agora anunciada pela ACSS, visa a colocação célere dos médicos recém-especialistas em Medicina Geral e Familiar que adquiriram o grau de especialista em Medicina Geral e Familiar na 2ª época do Internato Médico de 2015.

"Apesar do esforço dos profissionais de saúde, os cuidados de saúde primários tem sido uma área completamente ignorada pela tutela. Esta medida de contratação de todos os médicos recém-especialistas em Medicina Geral e Familiar merece, pois, o nosso reconhecimento", conclui.

Coimbra, 10 outubro 2015

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos