Médicos do Centro apoiam Ordem e Sindicatos na luta contra medidas do Ministério da Saúde

Médicos do Centro apoiam Ordem e Sindicatos na luta contra medidas do Ministério da Saúde

Os médicos da Região Centro manifestaram, no dia 3 de Junho, apoio total à Ordem e aos Sindicatos Médicos, no que diz respeito às medidas que pretendem implementar, caso o Memorando de Exigências "Impedir a destruição do SNS e defender a qualidade da Medicina e dos Doentes" – que será apresentado ao Ministro da Saúde na próxima sexta-feira – não seja cumprido no prazo de um mês.A Ordem dos Médicos e os Sindicatos falaram a uma só voz, ao afirmarem que, neste momento, não pode haver medo de lutar pelos direitos e dignidade dos médicos e doentes.

"As organizações médicas estão unidas e determinadas nesta luta, juntamente com os sindicatos e não vamos continuar a dialogar, tal como tem acontecido nos últimos três anos. Chegámos a um ponto de rutura. Agora chega! No encontro de sexta-feira vamos apresentar o memorando de exigências como a última oportunidade de o Ministro da Saúde rever as suas decisões", afirmou o Dr. Carlos Cortes, Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM).

A Reunião Geral de Médicos teve lugar na SRCOM e contou com as presenças do Bastonário da Ordem dos Médicos, Prof. Doutor José Manuel Silva, do Presidente da SRCOM, Dr. Carlos Cortes, do Presidente do Conselho Distrital de Coimbra da Ordem, Prof. Doutor José Luis Pio de Abreu, bem como do Dr. Luís Silva, do Sindicato Independente dos Médicos, e do Dr. Sérgio Esperança, do Sindicato dos Médicos da Zona Centro.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos