Ordem dos Médicos do Centro disponível para colaborar com a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, em face dos múltiplos casos suspeitos de inoculações indevidas de vacinas contra a COVID-19 a pessoas não contempladas na lista de beneficiários prioritários definidos pela Task Force, manifestou hoje total disponibilidade para prestar um contributo técnico relevante e colaborar com a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) na sua atividade inspetiva na região Centro.

Em ofício dirigido ao Inspetor-Geral das Atividades em Saúde, em face das inúmeras notícias que têm vindo a público sobre o alegado desvio às regras previamente estipuladas no Plano de Vacinação contra a COVID-19, o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos manifestou ainda disponibilidade para o apoio técnico necessário ou outros que a IGAS considere oportunos.

No mesmo ofício, assinado por Carlos Cortes, a SRCOM sublinha, pois, “o empenho em prestar um serviço público útil e rigoroso”.

Recorde-se que a SRCOM tem reiteradamente criticado a subversão dos critérios, os erros e ineficiências do Plano de Vacinação contra a COVID-19.

A SRCOM reitera ainda a sua disponibilidade técnica à Administração Regional de Saúde do Centro, aos hospitais públicos, aos agrupamentos de centros de saúde e às instituições de saúde do setor privado e social, para a correta aplicação dos critérios de vacinação.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos