Cerimónia de celebração dos 75 anos da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Cerimónia de celebração dos 75 anos da Liga Portuguesa Contra o Cancro

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, esteve na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, na sessão de abertura das comemorações dos 75 anos da Liga Portuguesa Contra o Cancro, a convite do presidente da instituição, Vítor Veloso. Nesta cerimónia, o Presidente da República anunciou que será precisamente para a Liga Portuguesa Contra o Cancro a primeira condecoração do seu mandato: a Ordem do Infante Dom Henrique. Marcelo Rebelo de Sousa destacou o facto de ser necessária uma sociedade civil mais atuante para garantir um país mais justo. Nesse sentido, aludiu a um 'pacto na saúde' que, a seu ver, já existe informalmente. O Presidente da República considerou, pois, que o atual ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, ali presente, pode ser um protagonista importante nesse desiderato. "A sua presença aqui é um sinal de atenção constante para uma causa cimeira da sociedade portuguesa mas também é a certeza de que pode vir a ser um protagonista importante num verdadeiro pacto da saúde na sociedade em que pertencemos. Tenho para mim, que a parte do que já existe não formalizado, para o qual a Fundação Calouste Gulbenkian já deu um importantíssimo contributo, e a aceitação de princípios fundamentais nos mais variados quadrantes da vida nacional é uma abertura de caminho para um pacto que, antes de ser formalizado já existe ", disse o Chefe de Estado. Marcelo Rebelo de Sousa enfatizou ainda, em forma de agradecimento, o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian à Liga Portuguesa Contra o Cancro.
Pela voz de Vítor Veloso, presidente da LPCC, foi também anunciada a criação de um prémio nacional a atribuir a personalidades que durante a vida se destacaram no combate ao cancro. Este ano, o galardão terá o nome do investigador Manuel Sobrinho Simões (que proferiu uma conferência durante a sessão).
A LPCC, que conta com mais de 20 mil voluntários, é "uma entidade de referência nacional no apoio ao doente oncológico e família, na promoção da saúde, na prevenção do cancro e no estímulo à formação e investigação em oncologia", lê-se no 'site' oficial.

 

 

Legenda da fotografia 1: Presidente do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Carlos Freire de Oliveira; Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Vítor Veloso; Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes.

 

 

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos