25 anos: Homenagem ao Corpo Docente em Medicina Geral e Familiar

25 anos: Homenagem ao Corpo Docente em Medicina Geral e Familiar

Os médicos fundadores, há 25 anos, do ensino em Medicina Geral e Familiar na Universidade de Coimbra – António Rodrigues, Fátima Branco, José Luís Biscaia, Hernâni Caniço – foram homenageados no IX Encontro das Escolas Médicas de Portugal em Medicina Geral e Familiar. Tributo também ao pioneirismo de Armando Porto, impulsionador do ensino fora dos hospitais (o que se designava, à época, por Clínica Geral).
Catarina Matias, do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, ao intervir na sessão, destacou o "reconhecimento da especialidade de Medicina Geral e Familiar no nosso País, uma vez que ainda hoje há vários países europeus que não têm esta especialidade, entre os quais o Reino Unido, Áustria, Itália, Bélgica". Sobre os médicos de família, exorta: urge "valorizar, no dia-a-dia e cada vez mais, esta mão de obra excelente em Portugal", tendo em vista "não só a satisfação dos utentes como também a dos profissionais de saúde".
Catarina Matias, Assistente de Medicina Geral e Familiar na UCSP Fernão de Magalhães, em Coimbra, sublinhou também "a excelência da formação" médica em Portugal. Da parte do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos, asseverou Catarina Matias, continuar-se-á a apoiar a Unidade Curricular de Medicina Geral e Familiar da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
Por seu turno, Armando Porto, assumiu que "nada teria sido possível sem os quatro homenageados". O antigo regente da cadeira, diz mesmo que "valeu a pena, pois a Clínica Geral é o pilar da saúde de um povo". Nesta evocação, Armando Porto não esqueceu também o apoio e o impulso da Ordem dos Médicos e da Administração Regional de Saúde do Centro para que o ensino de Clínica Geral fora do hospital.
Nesta sessão solene, Henrique Botelho, coordenador Nacional para a Reforma do Serviço Nacional de Saúde na área dos Cuidados de Saúde Primários, ali também em representação do ministro da Saúde, destacou o corpo docente fundador do ensino da medicina Geral e Familiar.
Os homenageados recordaram as vicissitudes e os desafios que enfrentaram há 25 anos mas destacaram e agradeceram o muito que aprenderam com os alunos. Todos eles destacaram a coragem e a visão do docente Armando Porto pela afirmação do ensino da Clínica Geral.
Os quatro homenageados foram considerados "docentes magníficos"!

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos