Ordem dos Médicos no Centro de Saúde de Castanheira de Pera

Ordem dos Médicos no Centro de Saúde de Castanheira de Pera

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, esteve no Centro de Saúde de Castanheira de Pera, cuja unidade de saúde não dá resposta a mais de metade dos 3 mil utentes do concelho. Trata-se de "uma situação de calamidade", disse aos jornalistas, no final da visita.
Carlos Cortes e Inês Rosendo (médica de família e membro do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos) reuniram com o diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte, Avelino Pedroso, e com José Pimenta, o único médico especialista em Medicina Geral e Familiar que presta, ali, 20 horas de serviço.
Logo de manhã, os membros da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos foram, aliás, surpreendidos com uma manifestação de populares a que se juntou o atual edil. Em declarações à Agência Lusa, Carlos Cortes garantiu que a Ordem dos Médicos tudo fará para que se resolva esta situação de extrema gravidade.
Estas dificuldades não são, porém, um problema novo. Já a 28 de julho de 2015, Carlos Cortes tinha visitado aquele centro de saúde que, embora dotado de excelentes condições físicas, não tem os recursos humanos necessários para responder cabalmente à população maioritariamente idosa e polimedicada. Há muito que os utentes reivindicam melhor prestação dos cuidados de saúde. Castanheira de Pera tem o problema acrescido do aumento exponencial da população residente nos meses de verão.

Partilhe nas redes:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ordem dos Médicos