19 de outubro 2020

Informação

Bastonário desafia ministra da Saúde a visitar Departamento de Psiquiatria do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

 

Após reuniões de trabalho com o objetivo de avaliar a abordagem, as respostas e as medidas excecionais implementadas face à Covid-19 no Centro Hospitalar Tondela-Viseu, a Ordem dos Médicos deslocou-se ao Serviço de Psiquiatria que está situado em Abraveses. Face à realidade que aquele serviço enfrenta, Miguel Guimarães desafiou a ministra da Saúde, Marta Temido, a visitar o departamento, face às "péssimas condições" que enfrentam utentes e profissionais daquele serviço.

"É fundamental que a ministra da Saúde dê atenção máxima a esta situação, preferencialmente, que a senhora ministra venha visitar o Centro Hospitalar Tondela Viseu e aproveitar e visitar especificamente o departamento de Psiquiatria, e já agora visita também o serviço de oncologia", desafiou Miguel Guimarães, em declarações aos jornalistas.

"Ouvir as pessoas e ver com os próprios olhos como é que as coisas estão para poder tomar decisões com o máximo de informação possível", justificou o Bastonário para a sugestão em jeito de apelo que endereçou à atual titular da pasta da Saúde.

"Neste momento, a prioridade das prioridades é saírem deste espaço físico e irem para um espaço físico que seja consentâneo com a dignidade que os nossos doentes e os nossos profissionais de saúde merecem", exigiu Miguel Guimarães. 

O diretor de serviço mostrou em detalhe as condições deficientes daquela unidade com capacidazde assistencial para adultos e crianças. Ratos e répteis são, inexplicavelmente, ameaças naquele local. Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, deixou claro que "estes problemas gravíssimos" devem ter uma resposta o mais célere possível. Recorde-se que a visita a esta unidade, agendada para março, foi adiada devido à fase de especial complexidade face à pandemia COVID-19.