03 de outubro 2019

Informação

Apresentação do livro "A Arte das Mãos - Cirurgia e Cirurgiões em Portugal durante os séculos XII a XV"

 

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos acolheu, no dia 3 de outubro, a apresentação do livro "A Arte das Mãos - Cirurgia e Cirurgiões em Portugal durante os séculos XII a XV", da autoria da médica cirurgiã Cristina Moisão. A obra, descreve a autora, foi lançada no dia 15 de Dezembro de 2018, na Biblioteca Nacional de Portugal, sita em Lisboa, a seguinte obra editada pelo Centro de Estudos Históricos - Universidade Nova de Lisboa. Trata-se de um livro baseado na dissertação de Mestrado em História Medieval, defendida em 20 de Fevereiro de 2018, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É, pois, um trabalho de investigação sobre a História da Cirurgia Medieval Portuguesa.

Na sessão de apresentação, Guilherme Tralhão, vogal do Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos e professor e Sub-Diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, assumiu o seu particular gosto em estar a presidir a esta sessão na medida em que também é cirurgião, agradecendo à autora a apresentação do livro também em Coimbra.

Coube em seguida ao professor João Alves Dias, Presidente do Centro de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa, falar sobre "A Arte das Mãos" assim como do percurso da médica cirurgiã cuja tese de mestrado orientou. Assim, ficámos a saber que a autora fez uma "apanhado científico e uma ordenação histórica de tudo o que fosse cirurgia de nacionalidade portuguesa até ao começo do século XVI", fazendo "um levantamento de 405 médicos cirurgiões e uma cirurgiã que moraria em Montemor-o-Velho". A médica, que trabalha atualmente no Centro Hospitalar do Médio-Tejo, estudou paleografia de forma a ler as escritas antigas para fazer esta sua pesquisa. As fontes manuscritas e as particularidades gráficas levariam, soube-se durante esta sessão, a interessantes trocas de argumentos entre o orientador da tese de mestrado e a mestranda.
Lembrando o percurso resiliente e de extrema dedicação da autora deste livro, João Alves Dias acentuou a extremo empenho levado a cabo para a confirmação de fontes e na interpretação de dados. "Obrigada Cristina, a comunidade científica fica grata".

Usando da palavra nesta sessão, e antes da partilha de autógrafos, a autora agradeceu à Secção Regional do Centro o empenho na divulgação e organização deste evento. Cristina Moisão anunciou ainda que, após a revisão já depois desta obra publicada e a contínua pesquisa nesta matéria, já encontrou mais cinco cirurgiões. "Todos os dias há um novo documento que surge, todos os dias há um documento que a Torre do Tombo digitaliza (...) vou continuar a compilar nomes e cirurgiões. A História nunca tem fim, portanto este trabalho nunca vai estar completo". Um agradecimento especial para o seu orientador porque nunca deixou de apoiar apesar de ser de outra área do Saber.


# A autora:
Maria Cristina Piloto Moisão, autora Licenciada em Medicina em 1990 pela Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa, é médica especialista em Cirurgia Geral desde 2001. A cirurgiã - que em 2018 completa o mestrado em História, na área de especialização em História Medieval, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa - trabalha atualmente no serviço de urgência externa no Hospital Dr. Manoel Constâncio (Abrantes), do Centro Hospitalar do Médio-Tejo.


Texto e Fotos ©SRCOM / Paula Carmo