07 de maio 2019

Informação

Margarida Silvestre eleita para cargo de direção da Sociedade Europeia de Reprodução e Embriologia Humana

 

Margarida Silvestre, membro do Gabinete de Ética e Deontologia da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, foi eleita para cargo de direção da Sociedade Europeia de Reprodução e Embriologia Humana (ESHRE). Trata-se da primeira portuguesa a chegar a este patamar na sequência da eleição para este órgão.
O sufrágio, que decorreu no início deste mês, foi já confirmado pelo comité executivo da ESHRE.

Margarida Silvestre possui um vasto currículo académico e clínico: é professora auxiliar convidada e regente da Unidade Curricular de Ética do Instituto de Bioética da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (e, ainda, responsável por várias pós-graduações, mestrados e do Curso de Doutoramento de Ciências da Saúde, entre outras), é doutorada em Bioética pela Universidade Católica Portuguesa. 

No Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, onde é Assistente Hospitalar Graduada, dedica-se à Medicina da Reprodução (desde 1998) que é a sua especialidade médica. Margarida Silvestre integra também o Conselho Nacional de Ética e Deontologia Médicas da Ordem dos Médicos.


A EHRSE é, recorde-se, a mais importante sociedade científica europeia dedicada à Medicina da Reprodução e tem, como uma das suas inúmeras importantes missões, informar a população bem como os políticos sobre as principais questões relacionadas com as técnicas da Procriação Medicamente Assistida.

 

 

 

Foto ©SRCOM/Paula Carmo -  Imagem captada a 8 fevereiro 2018, no âmbito do debate intitulado "Confidencialidade e propriedade dos Dados Clínicos" na SRCOM