16 de dezembro 2018

Informação

Nota de Pesar na sequência da queda do helicóptero de Emergência Médica

Em nome da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, o seu presidente, Carlos Cortes, lamenta a morte dos quatro ocupantes do helicóptero que assegurava o serviço do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a partir do heliporto de Macedo de Cavaleiros.

Os quatro perderam a vida no exercício de uma missão nobre de salvar mais vidas - tal como é o lema e missão do INEM com a pronta, eficaz e correta prestação de cuidados de saúde.

Ao serviço do INEM, no helicóptero Augusta A109S, seguiam o médico Luís Vega, a enfermeira Daniela Silva, o piloto João Lima, e o copiloto Luís Rosindo: Os quatro são o exemplo da dedicação extrema, da entrega e de altruísmo.

É com consternação que a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos lamenta esta tragédia que se abateu sobre a Emergência Médica nacional.

Aos familiares enlutados, amigos e colegas, a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos endereça sentidas condolências.

 

Coimbra, 16 de dezembro de 2018